+

Programas Institucionais em Direitos Humanos


A Universidade Estadual de Maringá (UEM) possui diversos projetos, programas e núcleos de pesquisa e extensão em direitos humanos.

Vídeo

Núcleo de Estudos Interdisciplinares Afro-brasileiros (NEIAB)

Desenvolve atividades de pesquisa e extensão universitária discutindo o preconceito e a discriminação racial contra a população negra e está em defesa de ações afirmativas que promova a igualdade entre todos os brasileiro.

Acesse as páginas do NEIAB para maiores informações:

www.dcs.uem.br/neiab

facebook

Vídeo institucional

Coletivo Yalodê-Badá

O Coletivo Yalodê-Badá é auto-organizado por jovens negros que pretendem pautar a temática racial dentro dos movimentos sociais, transformando e resistindo.

Acesse a pagina do Coletivo para maiores informações:

facebook

Vídeo institucional 

Núcleo de Estudos e Pesquisa em Diversidade Sexual (NUDISEX)

Estudos sobre questões relacionadas à sexualidade, a partir do ponto de vista de diversas áreas de conhecimento, considerando especificamente os aspectos da diversidade sexual; dos direitos da sexualidade e a discussão desses temas dentro das escolas.

Acesse a página do NUDISEX para maiores informações:

facebook

Vídeo institucional

Núcleo Maria da Penha (NUMAPE)

Promoção de atendimentos, orientações e encaminhamentos de natureza jurídico-social a mulheres em situações de violência, notadamente no contexto de enfrentamento da Lei Maria da Penha.

Acesse as páginas do NUMAPE para maiores informações:

www.ddp.uem.br

facebook

Vídeo institucional

Programa Patronato de Maringá (PATRONATO)

Visa à fiscalização de penas e medidas alternativas em meio aberto, como também se destina à assistência ao egresso do sistema penitenciário e a reintegração social.

Acesse a página do Patronato para maiores informações:

www.pec.uem.br/patronato

Vídeo Institucional

Programa Interdisciplinar de Pesquisa e Apoio à Excepcionalidade (PROPAE)

Realiza ações que buscam viabilizar o ingresso, a permanência e a terminalidade aos acadêmicos da Universidade Estadual de Maringá com deficiência e com Necessidades Educacionais Especiais (NEE).

Acesse a página do PROPAE para maiores informações:

www.pen.uem.br/propae

Vídeo institucional

Programa Justiça Restaurativa e Cultura de Paz (PROPAZ)

Promove a Justiça Restaurativa como cultura de paz, em busca da pacificação e restauração das relações sociais conflitivas, por meio da responsabilização dos envolvidos e da reparação de danos.

Acesse a página do PROPAZ para maiores informações:

justicarestaurativauem.blogspot.com.br

Vídeo institucional

Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI)

A Universidade Aberta à Terceira Idade através do Programa do Centro de Referência do Envelhecimento oferece atividades nas áreas de saúde, de orientação, de lazer e de convívio social para idosos.

Acesse a página da UNATI para maiores informações:

www.unati.uem.br

Vídeo institucional

Programa Multidisciplinar de Estudo, Pesquisa e Defesa da Criança e do Adolescente (PCA)

É direcionado para a pesquisa aplicada e a divulgação de práticas e conhecimentos sobre a temática específica da infância e adolescência.

Acesse a página do PCA para maiores informações:

www.pca.uem.br

Vídeo institucional

Núcleo de Estudos e defesa de direitos da infância e juventude (NEDDIJ)

Trabalha com questões que envolvam a concretização dos interesses da criança e dos adolescentes que têm seus direitos ameaçados ou violados e a promoção da defesa jurídica de adolescentes acusados de serem autores de atos infracionais.

Acesse a página do NEDDIJ para maiores informações:

sites.uem.br/neddij

Vídeo institucional

Comissão Universidade para índios (CUIA)

Cuida do processo de ingresso e inclusão de alunos indígenas na universidade, bem como o acompanhamento didático-pedagógico até a conclusão do curso.

Acesse a página da CUIA para maiores informações:

www.dhi.uem.br/laee

Vídeo institucional

Pró-mulher

Realiza atendimento psicológico para mulheres vítimas de violência doméstica e seus familiares, assim como os agressores.

Acesse a página do Pró-mulher para maiores informações:

facebook

Vídeo institucional